Nutrição, Saúde e Bem-estar

Benefícios da Semente de Linhaça

BENEFICIOS DA SEMENTE DE LINHAÇA

É considerada como um alimento funcional, ou seja, que contém, além de seus nutrientes básicos (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras), elementos que podem diminuir o risco de algumas doenças, pois o seu uso contínuo pode proporcionar um aumento das defesas orgânicas e redução no ritmo do envelhecimento celular.

Na composição da semente de linhaça estão presentes proteínas, fibras alimentares e ácidos graxos polinsaturados (Ómega 3 e Ómega 6), que lhe conferem a propriedade de alimento funcional. A semente de linhaça é a mais rica fonte de Ómega 3 existente na natureza.

Os investigadores do Instituto Científico para o estudo da linhaça do Canadá e dos Estados Unidos, têm centrado a sua atenção no rol desta semente na prevenção e cura de numerosas doenças degenerativas.

Muitos estudos estão sendo desenvolvidos para confirmar os benefícios do consumo regular da semente de linhaça. Alguns desses estudos afirmam que a linhaça poderia ajudar a baixar os níveis de colesterol, pois é rica em fibras solúveis.

Também estão sendo estudadas outras funções e tem benefícios como:

  • Rejuvenecedor
  • Baixa de peso
  • Auxilia no combate a anemia
  • Auxilia no combate ao cancro: de mama, de próstata, de cólon, de pulmão, etc…
  • Auxilia no combate à acne.
  • Auxilia no equilíbrio hormonal, amenizando distúrbios causados pela TPM e menopausa;
  • Auxilia na diminuição do risco de aterosclerose;
  • Auxilia no controle da Diabetes / da glicemia. O consumo regular de linhaça favorece o controlo dos níveis de açúcar no sangue.

Além disso, é a maior fonte alimentar de lignanas, compostos fitoquímicos parecidos com o estrogénio, que teriam propriedades anticancerígenas, principalmente em relação ao cancro da mama e do cólon. Ainda contém vitaminas B1, B2, C, E e Caroteno e minerais como ferro, zinco, alguma quantidade de potássio, magnésio, fósforo e cálcio.

A semente de linhaça moída trás mais benefícios nutricionais que a semente inteira, que possui uma casca dura, difícil de digerir. Portanto, uma forma fácil de moer as sementes é passá-las num processador ou liquidificador. Depois, guarde-a no frigorífico e deixe fora da luz. Desta forma, a utilização será ainda melhor.

As sementes podem ser utilizadas em iogurtes, saladas, sumos, vitaminas, misturada nos cereais, massas de pães e bolos e em todos os outros alimentos. Também pode substituir o óleo ou gordura, utilizada numa receita. Por exemplo, se uma receita pedir 1/3 chávena (chá) de óleo, use 1 colher (sopa) de semente de linhaça moída, em substituição.

Vitalidade Física: Um dos mais notáveis indicativos de melhoria devido ao consumo de linhaça é o incremento progressivo na vitalidade e na energia.

A linhaça aumenta o coeficiente metabólico e a eficácia na produção de energia celular. Os músculos recuperam-se da fadiga do exercício.

Combate ao cancro: de mama, de próstata, de colon, de pulmão, etc…A semente de linhaça contém 27 componentes anti-cancerígenos, um deles é; a Lignina. A semente de linhaça contém 100 vezes mais Lignina que os melhores grãos integrais. Nenhum outro vegetal conhecido até agora iguala essas propriedades. Protege e evita a formação de tumores. Num caso de cancro recomenda-se combinar semente de linhaça moída com queijo cottage baixo em calorias.

Sistema Digestivo: Previne ou cura o cancro de cólon. Ideal para artrite, prisão de ventre, acidez estomacal. Lubrifica e regenera a flora intestinal. Expulsão de gases gástricos. É um laxante por excelência. Previne os divertículos nas paredes do intestino. Elimina toxinas e contaminadores.

Sistema Nervoso: É um tratamento para a stress. As pessoas que consomem linhaça sentem uma grande diminuição da tensão nervosa e uma sensação de calma. Ideal para pessoas que trabalham sob pressão. Melhoras funções mentais dos idosos, melhora os problemas de conduta (esquizofrenia).

A linhaça é uma dose de energia para o cérebro, porque contém os nutrientes que auxiliam os neurotransmissores (reanimações naturais).

Doenças Inflamatórias: O consumo de linhaça diminui as condições inflamatórias de todo tipo, entre as quais se destacam todas aquelas doenças terminadas em “tite”, tais como: gastrite, hepatite, artrite, colite, amigdalite, meningite, etc.

Retenção de Líquidos: O consumo regular de linhaça, ajuda aos rins a excretar água e sódio, auxiliando assim a resolução de problemas de retenção de água (edema) associados à inflamação dos tornozelos, alguma forma de obesidade, síndrome pré-menstrual, todas as etapas do cancro e de doenças cardiovasculares.

Sistema Imunológico: A linhaça alivia alergias, é efectiva para o Lúpus.

A semente de linhaça, por conter os azeites essenciais Ómega 3, 6, 9 e um grande conteúdo de nutrientes que requeremos constantemente, faz com que nosso organismo fique menos doente, por oferecer uma grande resistência às doenças.

Sistema Cardiovascular: É ideal para tratar a arteriosclerose, elimina o colesterol depositado nas artérias, esclerose múltipla, trombose coronária, alta pressão arterial, arritmia cardíaca, incrementa as plaquetas na prevenção da formação de coágulos sanguíneos. É excelente para regular o colesterol ruim. O uso regular de linhaça diminui o risco de padecer de doenças cardiovasculares. Uma das características únicas da linhaça é que contém uma substância chamada taglandina, a qual regula a pressão do sangue e a função arterial e exerce um importante papel no metabolismo de cálcio e energia.

O Dr. J H. Vane, ganhou o prémio Nobel de medicina em 1962, por descobrir que o metabolismo dos azeites essenciais Ómega 3 e 6 são essenciais na prevenção de problemas cardíacos.

Uma outra forma de conseguir os benefícios da linhaça é consumir o óleo de linhaça, que é extraído da semente inteira, usando métodos de extração desenvolvidos especialmente para este fim (a frio). O produto obtido é engarrafado (para ser usado em saladas ou pratos frios) ou colocado em cápsulas gelatinosas, sendo utilizado como suplementação de Ómega 3.

Funcionamento Intestinal: Para melhorar o funcionamento intestinal: de uma noite para o dia, coloque 1 colher (sopa) de semente de linhaça em ½ copo de água e deixe “descansar” por 12 horas, tome somente a água em jejum pela manhã. Para evitar o desperdício as sementes podem ser adicionadas sobre saladas e iogurtes.

Modo de preparo:

Misture a farinha e a água numa tigela pequena. Deixe descansar por 1 a 2 minutos. (Torna-se muito espessa se ficar mais tempo). Em algumas receitas abundantes em líquidos, as sementes de linhaça moídas podem ser adicionadas diretamente aos ingredientes secos.

Modo de Usar (na maioria dos casos): Duas colheres de sopa por dia, batidas no liquidificador, misturadas num copo de sumo de fruta, ou sobre a fruta, ou com a aveia, ou iogurte no café da manhã ou no almoço. Podem tomar pessoas de todas as idades (crianças, adolescentes e idosos). Inclusive mulheres grávidas.

Naturopata/ Terapeuta Holístico Norberto Ribeiro
www.novasterapias.com
www.apthi.pt

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos