Receitas

Cheesecake rápido (e light) de cereja

As cerejas ocupam o primeiríssimo lugar do pódio das minhas preferências no universo da fruticultura (com relativa distância até para o segundo e terceiro lugares que, já agora, são cativos da melancia e dos figos) e toda eu sou júbilo por estes dias.

Costumo acompanhar efusivamente os produtores de cerejas que, uns meses antes, nos antecipam o cenário: muito caras, pouca produção, maldito estado do tempo… ou este ano é que é, vão ser caras (são sempre), mas estão no auge.

Há umas duas semanas, ouvi um senhor do Fundão, sorumbático, dizer que este Inverno foi nefasto e que a chuva afectou praticamente metade daquilo que seria expectável na colheita.
Espadas no meu coração. 
Ontem, passei pela mercearia aqui do bairro e lá estavam elas, brilhantes e resplandecentes, a suplicar por mim. A minha alma benemérita é incapaz de negar um pedido de auxílio. Trouxe um quilo e muitas ideias no saco – além de uma dose inabalável de auto-controlo de forma a ter exemplares suficientes para poder apresentar esta receita. 

Antes de ir, e de vos deixar a salivar com as imagens, aproveito para uma dica útil: sabiam que as cerejas devem ser conservadas no frio, a uma temperatura de 6º C?

Sim, eu sei o que estão a pensar e estamos de acordo: o substantivo “cerejas” e o verbo “conservar” nunca deviam aparecer juntos na mesma frase.

INGREDIENTES
[2 copos individuais]
200 g de cerejas
1 colher de sopa de açúcar amarelo
Gotas de lima q.b.
100 g de queijo-creme light
2 iogurtes gregos light, naturais e adoçados
8 bolachas digestivas de aveia (4 por copo)PREPARAÇÃO

  1. Colocamos as cerejas descaroçadas num tacho pequeno com três colheres de sopa de água, o açúcar e as gotas de lima. Deixamos cozinhar em lume médio-brando, até termos uma espécie de compota. Reservamos numa taça e esperamos que arrefeça completamente.
  2. Entretanto, numa outra taça, juntamos o queijo-creme e os iogurtes e misturamos com a vara de arames (esta pequena é da Kochblume e é óptima para isto) até obtermos um preparado sem grumos. Reservamos no frigorífico.
  3. Preenchemos o fundo de um copo com 3 bolachas digestivas partidas em pequenos pedaços. Vertemos por cima metade da mistura de queijo e iogurte, polvilhamos com mais bolacha e finalizamos com uma colherada de compota. Decoramos com cerejas frescas a gosto. Repetimos o processo para o outro copo.
Dica: A fase final deve ser feita apenas na altura de servir, de forma a que a bolacha se mantenha crocante.
Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também