Quais os alimentos-chave para um fígado saudável?

Trata-se de um órgão com duas funções importantes: participa na digestão dos alimentos através da produção de bílis e participa activamente na composição do sangue, quer na parte nutritiva quer na imunológica.

É o filtro das toxinas e regulador do metabolismo. É também um dos órgãos chave ligado às emoções, funcionando como um centro de desintoxicação quer fisiológica quer emocional.

A saúde do fígado determina o nosso peso, nível de energia, humor e até mesmo quanto tempo viveremos. O fígado saudável está associado também a uma boa visão/saúde ocular. Em muitos casos, quando a saúde do fígado está comprometida, não existe a consciência de que existe um problema, porque o fígado quase não apresenta sintomas até estar em estágio de doença avançada. Embaciamento da visão, cansaço permanente, dor de cabeça, náuseas, sensações recorrentes de vertigens e depressão – entre outros – podem ser sinal de alerta de que precisamos dar atenção ao nosso fígado.

Emocionalmente é o órgão que revela a nossa capacidade de adaptação, apropriação, identidade, raiva e medos.
O Fígado fala das nossas dificuldades em lidarmos com sentimentos decorrentes das nossas relações. Está ligado à nossa auto-imagem e auto-estima…
O fígado é como um diário onde anotamos e memorizamos todas as emoções tristes, perdas, doenças, mágoas, ressentimentos…

O afloramento recorrente dessas memórias tristes acaba por diminuir a nossa auto-confiança, trazendo-nos o medo de reproduzirmos sempre aquilo que já vivemos e que mais tememos: a dificuldade de nos aceitarmos; as criticas destrutivas; a constante comparação com os outros; não ser aceite; não ser suficiente para ser amado; a culpa de não conseguir corresponder às exigências dos outros; a culpa por não seguir as normas sociais ou convencionais…

Tudo isto fica retido no nosso fígado e são estas três emoções: a raiva, o medo e a culpa que levam a uma constante atitude defensiva que mobiliza energias psicológicas e que fragiliza as energias do fígado, e por consequências, da Vesícula Biliar, Baço e Pâncreas.

E assim a doçura dá lugar ao amargo.

Então talvez valha a pena dedicar atenção ao seu fígado e tratar dele através de uma alimentação cuidada, e desintoxicando-se das emoções retidas que arrasta consigo, quantas vezes, desde criança.

A hipnoterapia, a terapia transpessoal e regressiva (Psicoterapia Breve Ericksoniana) podem ajudá-lo em todo o processo:

– Revisitando, resolvendo e ressignificando as memórias que estão ainda presentes em si, permitindo-lhe arrumá-las onde elas pertencem – no passado.
– Rescrevendo a sua história pessoal de uma nova perspectiva mais leve.
– Desbloqueando o seu potencial criativo como forma de expressão e sublimação (purificação) das emoções negativas, transmutando-as em energia criadora e de concretização.
– Alavancando a sua força de vontade para fazer escolhas saudáveis na sua alimentação e exercício físico.
– Libertando-o de vícios nocivos à sua saúde.
– Ajudando-o a aceder aos seus recursos internos para que possa naturalmente e gradualmente sair de um estado depressivo ou de ansiedade.

Somos o que pensamos e o que sentimos, mas somos também o que comemos.
Quanto à alimentação aqui ficam os alimentos que deve consumir:

Alho
Apenas uma pequena quantidade de alho, tem a capacidade de ativar as enzimas do fígado que ajudam seu corpo a eliminar as toxinas. O alho também tem altas quantidades de alicina e selênio, dois compostos naturais que ajudam na limpeza do fígado.

Laranja
Rica em vitamina C e antioxidantes, a laranja aumenta os processos naturais de limpeza do fígado, aumenta a produção das enzimas hepáticas de desintoxicação que ajudam a eliminar as substâncias cancerígenas e outras toxinas.

Beterraba e Cenoura
Ambos são óptimos alimentos benéficos para o fígado e extremamente ricos em flavonoides e betacaroteno, comer beterraba e cenoura pode ajudar a estimular e melhorar a função hepática em geral.

Chá Verde
Rico em Antioxidantes vegetais conhecidos como catequina. O chá verde não é apenas delicioso, é também uma ótima maneira de melhorar a sua dieta em geral.

Abacate
O abacate é denso em nutrientes que ajudam o corpo a produzir a glutationa, um composto que é necessário para o fígado purificar toxinas prejudiciais.

Maçã
Rica em pectina, as maçãs contêm os componentes químicos necessários para o corpo limpar e libertar toxinas a partir do trato digestivo. Isto, por sua vez, faz com que seja mais fácil para o fígado tratar da carga tóxica durante o processo de limpeza da gordura no fígado.

Azeite de oliva
Prensado a frio, os óleos orgânicos, como o azeite de oliva, sementes de cânhamo e linho, são benéficos para o fígado, quando usado com moderação.

Grãos e Cereais integrais
Grãos, como arroz integral, são ricos em vitaminas do complexo B, que são nutrientes conhecidos para melhorar a metabolização de gordura total, função hepática e descongestionando da gordura no fígado. Se possível, não coma alimentos com farinha branca, opte sempre pela farinha de trigo integral.

Vegetais crucíferos
Brócolos e couve-flor são dois alimentos benéficos para o fígado que vão aumentar a quantidade de glucosinolatos no seu sistema, incluindo a produção de enzimas no fígado.

Limão
Esta fruta cítrica contêm quantidades muito elevadas de vitamina C, o que ajuda o organismo na síntese de materiais tóxicos em substâncias que podem ser absorvidas pela água. Beber um copo de água morna com limão pela manhã ajuda a estimular o fígado.

Nozes
Garantindo quantidades elevadas do aminoácido arginina, as nozes auxiliam o fígado na desintoxicação de amoníaco. Nozes também são ricas em glutationa e ômega-3, ácidos gordos, que apoiam acções de limpeza hepática normais. Certifique-se de mastigar as nozes bem antes de engolir, assim facilita a absorção dos nutrientes no fígado.

Repolho
Bem como os brócolos e a couve-flor, comer repolho ajuda a estimular a activação de duas enzimas do fígado cruciais que ajudam a eliminar as toxinas. Tente comer mais salada de repolho, sopa de repolho e couve para manter o seu fígado saudável.

Cúrcuma
Auxilia na desintoxicação do fígado, ajudando as enzimas. Cúrcuma é o tempero favorito do fígado. Tente adicionar um pouco desse tempero à sua alimentação.

Vegetais de folhas verdes
Tente incorporar folhas verdes tais como rúcula, folhas de dente de leão, espinafres, mostarda, chicória na sua dieta. Isso ajudará a aumentar a criação e o fluxo de bile, substância que remove resíduos de órgãos e de sangue.

E porque somos também o que fazemos, a par de tudo isto, ande a pé, corra, caminhe…mexa-se. O seu corpo e a sua mente agradecem. E o seu fígado regenera-se. Ame-se!

Deixe o seu comentário

Cristina Fernandes
cristinafernandes@luanova.pt

Hipnoterapeuta, terapeuta transpessoal, formadora e palestrante, com formação superior em Comunicação e pós-graduação em Psicologia Cognitivo-Comportamental e Hipnoterapia, curso de Psicologia Junguiana pelo Núcleo Português de Estudos Junguianos.



#Segue-nos no Instagram