Grande notícia para a Medicina Tradicional Chinesa

Grande notícia para a Medicina Tradicional Chinesa

Para que possam ter a certeza, passo a transcrever um resumo da noticia do “Observador”, onde o destaque dado a este prémio nobel da medicina parece ter criado “azia” a muita boa gente. Desculpem a minha franqueza e linguagem, mas não podia deixar de dizer. Tantos falam da Medicina Tradicional Chinesa e da sua falta de investigação, dita cientifica, com evidências cientificas testadas e comprovadas, que não passa de uma filosofia que não pode fazer um diagnóstico correto das patologias dos doentes, que, um dia, o comité do prémio Nobel, decidiu atribuir o galardão da medicina a uma médica do colegio de Medicina Tradicional chinesa, que certo dia, depois de não conseguir ter respostas na ciência moderna, procurou na literatura clássica de Medicina Tradicional Chinesa e consegui uma resposta. Ainda bem que o comité do premio Nobel não é composto por gente que só acredita no seu próprio umbigo e nas suas próprias teorias. Bem, já desabafei… segue-se o resumo da noticia…

“O Prémio Nobel da Fisiologia e Medicina 2015 foi atribuído esta segunda-feira a três investigadores por duas descobertas na área da parasitologia. Metade do prémio para William Campbell, investigador na Universidade de Drew (Estados Unidos) e Satoshi Ōmura, investigador no Universidade de Kitasato (Japão), pela descoberta de uma nova terapia contra os parasitas que causam elefantíase e oncocercose (também chamada cegueira do rio). A outra metade para Youyou Tu, pertence à Academia Chinesa de Medicina Tradicional (China), pelas descobertas em novas terapias contra a malária.

Partir da medicina tradicional chinesa para tratar a malária…

Youyou Tu, nascida em 1930, é a décima segunda mulher a receber um prémio Nobel da Medicina e a primeira com naturalidade chinesa. Fruto da sua origem, a investigadora inspirou-se em plantas usadas na medicina tradicional para encontrar os seus princípios ativos.

Foi a consulta de literatura antiga que lhe permitiu perceber como poderia extrair de forma mais eficaz o princípio ativo da planta. Este composto, mais tarde chamado de artemisina, mostrou-se eficaz contra o parasita da malária tanto em animais como em humanos.

Os medicamentos à base de artemisina, ou do seu uso combinado, continuam a ser a melhor solução contra o parasita da malária, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS)”.

Parabéns Doutora Youyou Tu, ou melhor, parabéns Mestre Youyou Tu.

Nuno Pacheco

Deixe o seu comentário

Nuno Pacheco
nunopacheco@luanova.pt

“Há alturas da vida de uma pessoa que é necessário mudar…de deixar o conforto do território conhecido e embarcar numa viagem à descoberta de novos desafios, de novas metas, de novas perspectivas… talvez, quem sabe, de um novo eu… descobriu que a Medicina Tradicional Chinesa era o desafio, era a meta e, ao mesmo tempo deu-lhe novas perspectiva da saúde do ser humano e descobriu uma nova paixão…pratica Medicina Tradicional Chinesa com a mesma paixão e felicidade com que vive, cada dia, rodeado de quem mais ama… o seu lema de vida é: nada acontece por acaso…é obrigatório ser feliz…



#Segue-nos no Instagram