Artigos, Desenvolvimento pessoal

Lei da Compensação e o poder da co-criação

Em todas as dinâmicas estão a acontecer trocas energeticamente compensadoras. Esta dança energética permanente entre polos positivos e negativos está a acontecer tanto dentro de nós como entre nós e os outros.

Ou seja, se ela não consegue a pacificação interna, ela irá fazer atrair agentes externos que nos vêm ajudar a acelerar o processo.
Olhemos então à nossa volta e procuremos….

Onde há um abusador, há submissão
Onde há um sabichão há falta de uma verdade
Onde há um materialista há falta de valores
Onde há um controlador há falta de fé
Onde há um manipulador há falta de segurança
Onde há um agressor, há falta de amor próprio
Onde há um autoritário, há falta de limites
Onde há um irresponsável, há falta de disciplina
Onde há vitimização, há falta de responsabilidade
Onde há tristeza, há falta de criatividade
….

Ainda ouço testemunhos muito vitimizadores, presos à analise do outro como um fim em si, normalmente como sendo o carrasco da nossa má sorte.
A visão fresca e responsável da Nova Era pede que façamos o exercício acima, ou seja, que vejamos como o comportamento do outro cria uma reacção nossa e vice-versa. Pede que aprendamos a ler os eventos como mensagens cósmicas secretas. Pede que nos responsabilizemos como sendo co-criadores dos eventos, estejamos nós no polo positivo ou negativo.
Atitudes como julgamento, vitimização, culpa ou projecção não irão ajudar em nada quanto ao objectivo de equilibrio. Irão funcionar então como gasolina no que é já uma fogueira e da qual obviamente sairemos queimados.
Olhemos então para as situações com um olho visionário, capazes de sentir os excessos e as faltas que chegam a nós e como temos afinal dentro de nós, o poder de responder inteligentemente a essas mesmas situações através da Lei da Compensação onde todos seremos co-criadores a trabalhar para os seus equilibrios e onde todos sairemos a ganhar.

Bem Hajam!

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também