Sítios para ir

Marraquexe, um oásis aqui tão perto!

Marraquexe, um oásis aqui tão perto!

Marraquexe

Marraquexe traz-nos de imediato à mente calor, cheiros, cor, muita agitação e exotismo, é um caldeirão que põe à prova todos os nossos sentidos. Tudo aquilo que é preciso para recarregar baterias para um novo ano, com novos desafios e novas aventuras.

Uma cidade recomendável para quem pretende fazer o seu primeiro contacto com a cultura árabe e que tem uma grande vantagem face a outras cidades: a distância curta a Portugal que traz preços de voos bastante acessíveis.
La Mamounia

Marraquexe é vibrante, labiríntica e tem uma boa oferta turística: oferece a medina antiga, muitos museus, mercados e mais mercados, palácios, várias salas de espectáculos, o palmeiral, muitas excursões, lojas e uma vasta oferta de restaurantes. É também conhecida como a Cidade Vermelha – Al Hamra, já que praticamente todos os edifícios são de cor avermelhada.
Marraquexe

Sítios imperdíveis:

Jardins Marjorelle
Os Jardins Majorelle são super frescos, exóticos e cheirosos, ficam na Avenida Yacoub el Mansour e foi aqui viveu o pintor de paisagens Jacques Majorelle. Foi ele quem começou a construir esta beleza, em 1924, sendo que a abriu ao público em 1947. A cor que domina é o azul cobalto, cor essa que servia de inspiração ao pintor francês. Mais tarde, em 1980, Yves Saint Laurent comprou e restaurou o local, juntamente com o companheiro Pierre Bergé. Em 2008, após a sua morte, as cinzas foram ali lançadas.

Aberto ao público, o jardim botânico funciona também como Museu de Arte Islâmica e tem uma concentração singular de cactos, bem como de plantas de todos os continentes, são cerca de três mil espécies diferentes. No meio dos jardins encontramos um café e uma loja, para além de uma sala com litografias de Majorelles.

Nesta pérola marroquina escapamos à agitação da cidade, é um refúgio natural obrigatório na vossa passagem por Marraquexe!
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
MarraquexeMedina
Todas as cidades marroquinas têm uma parte antiga onde ficam as medinas, são os centros históricos. Normalmente, as medinas são cercadas de muralhas e fazem parte do quotidiano de qualquer marroquino. São locais de comércio de grande interesse, em que as suas ruas se apinham de lojas e de vendedores ambulantes, todos os dias.

A Medina de Marraquexe é Património Mundial da Unesco desde 1985 e, para além de ser um local de grande importância cultural e histórica, é um ponto turístico famoso em todo o mundo. É lá que encontramos um dos maiores souks marroquinos (mercados tradicionais árabes), onde tudo e todos se atropelam. Preparam-se para o maior formigueiro de pessoas!

MarrocosNem em Marrocos o nosso CR7 é esquecido. Não percebemos o que está escrito, mas com certeza são elogios ao nosso menino! 😉
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe

Praça Djemaa el Fna
O coração de Marraquexe. É a principal atracção turística da cidade e todas as ruas da medina vêem cá ter. Aqui a vida é intensa, o esplêndido e o pobre misturam-se de forma surpreendente, é um verdadeiro espectáculo de cores, sabores e sons. Tudo é heterogéneo e tudo é uma folia constante.

A confusão é geral, ao caminharmos cruzamo-nos com lojistas, músicos, outros turistas como nós, restaurantes ambulantes, encantadores de serpentes, mendigos, macacos amestrados, vendedores de especiarias, bancas de tudo e de nada. Uma azáfama! É bom deixarmo-nos perder nesta praça e em todas as ruas da cidade, cada uma com o seu segredo e o seu encanto!

Nesta medina temos também a Madrassa de Ben Youssef, a Mesquita de Koutoubia, o Museu de Marraquexe, o Palácio da Bahia, a Praça Jemaa El Fna, o Kasbah, os Túmulos Saadianos, vários jardins que nos deixam de queixo caído, portas esculpidas de forma única que se traduzem em pura arte, inúmeras mansões belíssimas e muito mais. Haja pés para caminhar!
Marraquexe
Marrocos
Marraquexe
Marraquexe

Koutoubia
O Minarete da Koutobia é uma torre com 77 metros de altura que pode ser avistada a mais de 30km de distância em dias de céu limpo. É talvez o mais famoso monumento religioso da cidade e provavelmente o mais fotografado. É também a partir daqui que sai o som de chamada para as orações, que são cinco diariamente: uma de madrugada, outra ao meio-dia, à tarde, ao pôr-do-sol e ao final do dia.
Marraquexe
Marraquexe
Compras em Marraquexe:
É impossível resistir. Marraquexe foi desde a sua fundação uma cidade de comerciantes e hoje continua a ser com os seus cheiros, os sons, o multicolorido das variadíssimas bancas que vendem mil e um produtos. Toda a azáfama diária deixa qualquer um rendido aos encantos dos souqs e dentro da Medina há centenas de ruas repletas de lojas e souqs diferentes.

Quando pensam que fecharam o negócio da vossa vida, ali ao lado vão provavelmente encontrar a mesma coisa a metade do preço. Mantenham a calma, é Marrocos. Têm de ir preparados para o regatear e com muita paciência para os que vos tentam ludibriar. Existem souqs de todas as espécies e feitios. Há os souqs das peles, os das jóias, os das especiarias, os da fruta, os do artesanato, os dos tecidos, os do ferro fundido e tantos outros…

Os principais de Marraquexe encontram-se a norte da Praça Djema El Fna, entre esta e a Place des Épices. Se se perderem é normal, divirtam-se com isso, porque, no fundo, os souqs são uma experiência. Tudo aqui é uma pura descoberta!
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe
Marraquexe

Onde comer?

Nomad – é um restaurante de comida árabe, em que dão um toque diferente às receitas locais, algo mais contemporâneo. Tem um ambiente muito agradável e uma vista esplêndida sobre a Medina.
Nomad
Nomad
Nomad
Nomad

Atay Cafe Food – é capaz de ter a melhor vista para a Medina. O Atay Cafe Food oferece três terraços, todos forrados com bancos e sofás macios, que são perfeitos para descansar depois de um dia frenético na cidade.
Marraquexe

Marraquexe
Atay
Marraquexe

Kosybar – a comida é bem confeccionada e muito saborosa, para além de ser dos poucos espaços que vende álcool.  Apesar dos muitos turistas que frequentam o local, aqui o ambiente é descontraído e convidativo.
Kosybar

Le Grand Café de la Postefica fora da Medina e oferece pratos com sabor a Marrocos, mas também dá a opção de sabores internacionais. Portanto, para quem já estiver um bocado “enjoado” dos cominhos e da canela é uma excelente opção!
Marraquexe
Onde ficar?
O ideal é ficarem alojados dentro da medina, de preferência num autêntico riad. O que é um riad? Trata-se da típica casa marroquina convertida em casa de hóspedes com cama e pequeno-almoço, sempre organizada em redor de um pátio interior. Há para todos os gostos e carteiras, desde as mais económicas às mais luxuosas.

Nós, por experiência própria, recomendamos o Riad Dar Attika. Fica muito próximo da Praça Jamaa El Fna e do Palácio da Bahia que visitámos, mas que infelizmente não temos fotos.
Riad
Marrocos
Marrocos
Fomos também visitar um dos hotéis mais antigos do mundo, o La Mamounia. Desde sempre acolheu celebridades, tendo passado por aqui nomes sonantes como Bill Clinton, Sean Connery, Rolling Stones, Charlie Chaplin, Sharon Stone, Will Smith, Catherine Deneuve, Kate Winslet e outros. Um episódio histórico para o hotel, foi o convite lançado por Winston Churchill a Franklin Roosevelt para descansar aqui mesmo, após as negociações estratégicas durante a Segunda Guerra Mundial.
La mamounia
La Mamounia
Marrocos
La MamouniaConstruído inicialmente como palácio para o príncipe de Marrocos, o La Mamounia foi reaberto em 2009 contando com a presença de celebridades como Gwyneth Paltrow, Jennifer Aniston, Salma Hayek, Miranda Kerr, Orlando Bloom e outros. Tudo aqui transpira elegância e luxo!
La Mamounia
La Mamounia
Marrocos
Esta viagem foi feita em Dezembro de 2016.

DoubleTrouble

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos