Artigos

Quais são os obstáculos que impedem a luz de entrar na nossa consciência?

Expandindo a nossa consciência
Muitos são os obstáculos que impedem a luz de entrar na nossa consciência;

A nossa própria resistência ao novo.
O medo da mudança.
A ignorância.
O preconceito.
O medo.
A agressividade e arrogância.
O julgamento e projecção.

Se tivesse que os colocar por ordem de importância, para mim claro, eu poria a ignorância em primeiro lugar.

Aliás, todo o meu trabalho mostra o quanto eu prezo a informação pois todos os dias sou testemunha da magia de como uma simples mudança de perspectiva e a aceitação de novas visões, é capaz de mudar a vida de todos os que já se disponibilizam a fazer o seu processo de crescimento pessoal.

Talvez porque eu própria vivi anos perdida de mim, desenquadrada da realidade porque não a entendia, em profunda ignorância acerca do funcionamento das leis universais.

Porque tenho esta paixão pela informação, porque foi através dela que reencontrei o meu caminho, tenho observado ao longo dos anos que é através dela que resgatamos a nossa própria sabedoria perdida, pois practicamente todos os dramas, dores e perdas na nossa vida foram gerados em estado de ignorância.

O primeiro passo então, de religamento à nossa sabedoria interior, é analisarmos se a fórmula que temos usado até ali, tem gerado a felicidade, abundância e paz interior que ansiamos.

Se não tem resultado, chegou o tempo de a por em causa.

Muitos são os que, pressionados pelas constantes frustrações e perdas, começam os seus processos de transformação nesta altura e por isso as sessões de levantamento da história Karmica são essenciais para que cada um consiga retornar ao seu trilho.

Não é fácil reconhecermos que toda a nossa verdade, tudo aquilo em que acreditámos, tudo o que nos foi ensinado, simplesmente não funciona.

Mas é desse difícil momento de mudança interior, que as portas da luz se irão finalmente começar a abrir.
Quando finalmente nos permitimos religar a essa fonte maravilhosa de visão iluminada e consciência expandida dentro de nós, percebemos com clareza a nossa realidade. Entendemos os laços kármicos de quem nos rodeia.

Conseguimos perceber o conceito de sombras e espelhos. Sentimos o peso/liberdade da sermos responsáveis pela nossa existência, passada, presente e futura. Através deste resgate e numa mudança profunda de visão, crenças e atitude perante a vida, todos os outros obstáculos perdem força ou desaparecem.. Por isso acredito que ao trabalharmos nesta raíz da ignorância e a alimentarmos com a sabedoria que necessitamos, as folhas e troncos da nossa árvore se fortalecem por efeito.

A nossa própria resistência ao novo deixa de fazer sentido, pois o que mais passamos a ansiar é precisamente por algo novo, melhor, mais iluminado e abundante.

O medo da mudança desaparece pois rendemo-nos ao facto de que a mudança é a única constante do Universo.
A ignorância foi o que nos gerou a dor e logo tudo iremos fazer para não cair nesse estado novamente.
O preconceito torna-se obsoleto quando percebemos que TODOS somos luz usando diferentes disfarces.
O medo é reconhecido em nós como parte da nossa dualidade e logo é integrado juntamente com a Luz.
A agressividade e arrogância evaporam perante o funcionamento das leis universais como a lei do karma que nos relembram como serão devolvidas as consequências dos nossos actos.
O julgamento e projecção transformam-se em actos de reconhecimento de quem somos no outro, seja na luz, seja na sombra e em gratidão de o outro nos ter devolvido essa consciência.

Há que ter em conta que a expansão de consciência rumo a uma visão sábia e iluminada da vida é um movimento constante. Não é um livro que lemos e pronto!

O estado de Aprendiz é essencial ao longo da nossa vida para que nunca cristalizemos ou fiquemos desactualizados.

Se o fazemos com as máquinas porque não com a nossa mente e energia?

Bem hajam!
Vera Luz

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também