Receitas

Panquecas de Natal (com especiarias)

A Camila já conheceu o Pai Natal. Foi hoje na escolinha, ele num banco de madeira, senta menino, tira menina, sorrisos, lágrimas, espanto.

Chega a vez dela. Só gostava que tivessem visto. Não é qualquer um que a leva e lhe arranca um sorriso, muito menos um senhor gordo com a barba mais branca do que algodão e ainda por cima perfeitamente ondulada. Parecia o pêlo de uma ovelha lavado com Neo Blanc. Dois dias de molho em lixívia.
Ela esteve a isto de chorar.
A manhã foi uma azáfama por causa do “Momento Pai Natal”. Às vezes, penso que o mundo vai ter com ela demasiado rápido e sem pedir licença. Vestido ao xadrez, collants postos, não te sujes, não bolses o leite, se calhar devia pôr uma babete, não posso amarrotar a roupa, já estou atrasada mas tenho que tirar o borboto dos sapatinhos, ainda não escovei o cabelo e esse caracol tem que ser rapidamente domado, e agora que escrevo isto apercebo-me que me esqueci daquele mini-laço vermelho para o cabelo. Que mãe desnaturada.
Ontem, com mais calma e já depois de a deixar, fiz estas panquecas. Um segundo pequeno-almoço.
Imaginei-as inicialmente com puré de abóbora assada (uma espécie de filhós em formato panqueca), só que o frigorífico não quis ser solidário comigo. Avancei. Em boa hora que o tempo urge.
Daqui a uma semana é Natal.
 

 

 

 

 

 

INGREDIENTES
[5 panquecas altas e fofas]
175g de farinha de trigo fina sem fermento
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1 colher de café de canela em pó
1 pitada de cravinho em pó
1 pitada de noz-moscada ralada
200 ml de leite de amêndoa (usei o novo da Alpro unsweetened)
1 ovo biológico
1 colher de chá de pasta de amêndoa (opcional)
2 colheres de sopa cheias de mel
Óleo de côco para untar
Para decorar
3 tangerinas
1 banana
Mel q.b.
PREPARAÇÃO
  1. Numa taça, misturamos os ingredientes secos: a farinha e o fermento peneirados e as especiarias.
  2. Num copo, com a ajuda de um garfo, batemos o leite com o ovo e juntamos à primeira taça.
  3. Adicionamos a pasta de amêndoa e o mel e envolvemos bem com uma vara de arames.
  4. Numa frigideira pequena pincelada com óleo de côco, deitamos uma concha de massa. Assim que fizer bolhinhas, viramos a panqueca e douramos o outro lado.
  5. Repetimos o processo até terminar a massa.
  6. Decoramos com tangerina e banana e servimos com um fio de mel.

SWEET BIGAS

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também