Artigos

Portugal, um povo de Alma Cheia

Portugal, um povo de Alma Cheia

Este texto é em memória do que até aqui aconteceu desde a tragédia dos incêndios que tanto destruiu no nosso país. Um reconhecimento…

Somos um país de Peixes com Ascendente em Caranguejo. Corre em nós Alma e Espirito de cuidadores, acolhedores, compassivos com a dor e sofrimento alheio. É verdade, por vezes (ou muitas vezes) somos ainda muito infantis, à espera de um qualquer Dom Sebastião, escapando à necessidade de agir e assumir responsabilidades através de um frequente “vai-se andando” ou “o que é que se há-de fazer? é a vida…”. E ao mesmo tempo que somos assim, “molinhos”, existe em nós o outro lado da moeda, uma Alma de mão cheia, de Consciência e identificação colectiva, que sem pensar duas vezes, num instante se predispõem ao sacrifício de si mesmo em prol do outro, para o aliviar, para o acolher, para o confortar, para o fazer sentir que não está só. Essa é a nossa força, e assim somos um exemplo de compaixão e amor para o mundo inteiro. E tudo isto é tão natural para nós, tão simples e genuíno.

É extremamente interessante perceber como as qualidades e energias de um povo / nação são estimuladas aquando de determinados eventos astrológicos. E estas características individuais da nossa nação, do nosso povo, com Ascendente em Caranguejo e Sol em Peixes, entraram em ressonância com este novo ciclo de Lua Nova em Caranguejo que iniciou a 24 de Junho de 2017. Personificámos esta energia de cuidadores, enaltecemos a nossa Alma perante as dificuldades, vestimos a camisola e demos a “nossa camisola” a quem mais precisava.

Desde que começou o novo ciclo da Lua Nova em Caranguejo, que recolhemos recursos para nos (re)construirmos. Uma sincronicidade com a energia de Vénus em Touro. Na análise mensal referente ao mês de Junho (em “Junho Astrológico”) e no artigo da “Lua Nova em Caranguejo” explorei com maior enfase esta simbologia (consultar os links para aprofundar as propostas deste ciclo).

Neptuno em trânsito pelo signo de Peixes aproxima-se progressivamente do nosso Sol natal. Talvez se aproxime um tempo de nos assumirmos na nossa condição de cuidadores do mundo. De acordo com o mapa definido por Fernando Pessoa, o regente do nosso ascendente em Caranguejo (Lua) está no signo de Leão, estabelecendo uma forte relação com este posicionamento do Sol (por sua vez regente da Lua). Sairmos da tendência para a vitimização para um Coração que brilha altruisticamente, e começarmos a cantar um “Fado” diferente…

«Valeu a pena? Tudo vale a pena, Se a alma não é pequena.»

Fernando Pessoa

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também