Receitas

Galette integral de nectarinas e tomilho

Os interstícios entre estações são a minha estação favorita. É naquele limbo de mudança que eu gosto mesmo de estar – mas não este ano, não nesta Primavera chuvosa.

Ontem, voltou o Verão. E não veio de mansinho. Os termómetros registaram valores dignos de meses quentes e as pernas e braços acordaram desnudos.
Não sei o que nos reservam os próximos meses, mas esta leveza e luminosidade que chega com o sol e que se propaga por todos estes corpos famintos de luz, qual terapia ao ar livre, é impagável. Eu já só penso em limonadas bem frias, jantares tardios e esplanadas com vista e com sombra, que, este ano, o areal não será a minha praia (a Camila não deixa).
A chegada do sol é um motivo de festa e eu faço questão de não o deixar passar em branco. Até porque há um sorriso que se multiplica em cada pedaço destes que a língua toca.

 

 

 

 

 

INGREDIENTES
[Receita adaptada de Anett Velsberg]

Para a base
250 g de farinha integral
125 g de farinha de centeio
1 colher de café de fermento em pó
1 pitada de canela em pó
1 pitada de sal fino
3 colheres de sopa cheias de açúcar mascavado claro
120 g de manteiga magra, bem fria, em cubos
90 a 110 ml de água gelada

Para o recheio
4 nectarinas, descaroçadas e fatiadas em meias-luas
1 colher de sopa de amido de milho
1 colher de sopa de açúcar amarelo
Folhas de tomilho fresco, a gosto

PREPARAÇÃO

 

  1. Pré-aquecemos o forno a 200º C.
  2. Começamos por fazer a base: num processador de alimentos, juntamos as farinhas, o fermento, a canela, o sal e o açúcar e trituramos alguns segundos (na Bimby: 10 seg/ vel. 6). Adicionamos a manteiga, bem fria,  e voltamos a misturar bem (na Bimby: botão turbo 4 ou 5 vezes, durante 2 seg) até obter uma massa granulada.
  3. Com o processador em funcionamento, juntamos a água e misturamos até que a massa se cole por todo (na Bimby: 1 min/ vel. espiga).
  4. Retiramos e reservamos em película aderente no frigorífico, por 30 minutos.
  5. Cortamos os pêssegos em meias-luas e colocamos numa taça juntamente com o amido de milho, o açúcar e algumas folhas de tomilho.
  6. Assim que a massa estiver refrigerada, estendemos com a ajuda do rolo, num formato redondo sobre a bancada da cozinha, previamente polvilhada com farinha. Dispomos os pêssegos no centro, escorrendo o excesso de líquido. Enrolamos as bordas da massa (que deverão ter cerca de 3 cm) sobre os pêssegos (como na imagem).
  7. Lavamos ao forno por 20-25 minutos, até a crosta estar dourada e a fruta macia. Fatia-se depois de fria.
  8. Servir com iogurte de soja de baunilha e mirtilos frescos. Ou gelado de baunilha, se preferirem.
[Opcional: podemos colocar pequenos quadradinhos de manteiga sobre os pêssegos, para um tom mais bonito]
Podem optar por qualquer outra combinação (pêras, figos, frutos vermelhos, …), mas não deixem de a fazer.
Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também