Artigos, Desenvolvimento pessoal

A nossa viagem será sempre feita em ciclos de luz e sombra

“O que arde, cura” costumava dizer a minha avó.
“O que é mau para o ego, é bom para a alma” li eu uma vez num livro.
“Não chegamos ao oásis sem antes atravessarmos o deserto” é uma das que mais adoro.

Adoro estas pequenas frases pois elas por vezes resumem a mensagem de livros inteiros ou por vezes toda uma filosofia de vida baseada nas mais velhas sabedorias do mundo.

E estas não foram escolhidas ao acaso para este momento…

Embora estejamos num mês natalício que a tradição nos faz lembrar festa, comemoração e espirito de amor, a energia planetária tem outros planos.
Ou melhor, tem sempre o mesmo plano que é a nossa evolução…
..e se há alturas em que essa evolução se faz discretamente, levando por vezes meses ou mesmo anos para percebermos o quanto estamos a crescer e a aumentar a nossa consciência sobre nós e a vida, (reparem bem na diferença de pessoa que são desde 2012 para cá) outras são em que é à força, à bruta, repentinamente e sabemos bem identificar o teste que temos em mão.
Este mês de Dezembro trás um pouco das duas!

Lembremos então algo que quantas vezes esquecemos…;

– O nosso trilho original é SEMPRE reconhecido pelo nosso espirito dando-nos aquela sensação fortíssima e sem duvidas de “Eu Sinto ou Eu Sei que…” quando pessoas ou escolhas alinhadas com essas ligações Kármicas se apresentam nas nossas vidas. Ao contrário da nossa mente que nada sabe sobre essas sincronias, o espirito, as mesmas energias que trouxeram à Terra serão as mesmas que nos irão sempre, a bem ou a mal, empurrar para o nosso trilho original sempre que nos perdemos.

– Quando simplesmente não há resposta clara e óbvia, quando o nosso espirito não nos dá sinal de alguma mudança ou nova porta a abrir é porque normalmente o desafio está mesmo à frente do nosso nariz e como estamos com as lentes alinhadas para o futuro, vivemos em nagação do aqui e do agora. Essa recusa em ver o óbvio, o que está JÁ na nossa realidade à espera de uma nova atitude, é o que nos causa duvida, ansiedade e medo e quem sabe a Hipermetropia de que quase todos sofremos um pouco..

A nossa viagem será sempre feita em ciclos de luz e sombra, de sol e lua, de amor e medo.
Equilibrio de todas elas será o prémio final por isso não como negar qualquer experiência.

Aproveitemos então este intenso mês para subir mais um pouco na nossa oitava pessoal.
E a evolução não se faz a lutar contra, com raiva ou ingratidão, energias que apenas nos prendem a mais do mesmo.
Faz-se sim com aceitação, humildade e fé em encontrar e reconhecer os porquês das energias que atraímos.

Tal como escrevi na na nota da Lei do Karma, nada vem a nós que não seja já nosso..

Bem Hajam e Época Feliz <3

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também