Ser Feliz é Simples, o difícil é Ser-se Simples

Simplicidade!

 

“Ao meu redor Escuto clamores de grandezas, grandes gestos, grandes palavras, emoções e sentimentos, contemplando olhares perdidos no Tempo e na Vida, ansiosos de alcançar tudo o que seja Grande, para se sentirem felizes!

Escuto atentamente as conversas alheias, leio as palavras escritas pelo Outro, consciente que esta minha capacidade e habilidade de Olhar, Escutar, Ler e Compreender além do que é dito, escrito e feito, ajudam-me a refletir, a orientar o meu Cuidar!

Nesta correria rumo à Felicidade, vivida e sentida em Grande, esquecem-se as Pessoas de apreciar a simplicidade da Vida, os pequenos gestos, os olhares cúmplices, as simples e merecidas conquistas e tantos outros motivos de Felicidade, a mesma que já podem sentir e viver, mas que não sentem e vivem porque não é em Grande, não reconhecem a Grandeza das Pequenas Coisas!

Se cada uma dessas Pessoas, se cada um de nós parasse um pouco, Escutasse o seu coração, Apreciasse o seu Viver, o que tem em si mesmo e ao seu redor, talvez pudesse/pudéssemos sentir a tal Felicidade, sem andarem/andarmos ansiosos pela Grandeza de algo, que possivelmente, nem nos fará sentir felizes!

Ser simples é ser capaz de sentir e viver genuinamente, a simplicidade dos pequenos momentos Felizes, apreciados em consciência, preparando o nosso Ser para as pequenas batalhas, para apreciarmos tudo aquilo que conquistamos, todos os sonhos que realizamos, com pequenos e simples passos, simples e genuínos gestos e palavras, sentindo assim que a tal Grandeza é a soma de todas estas pequenas partes e que somos Grandes, quando vivemos em pleno a nossa simplicidade!

Ser Feliz é simples, ser Simples é ser capaz de aceitar e viver, em consciência, a simplicidade dos dias, do Tempo, dos sentimentos, das emoções, do Amor e, em jeito de reflexão, permitam-me que vos escreva, se vivermos em Simplicidade, seremos Felizes e iremos sentir que afinal, é tão simples ser Feliz!”

Ricardo Fonseca, 2017

Deixe o seu comentário

Ricardo Fonseca
ricardosousa@luanova.pt

Nascido em Lamego em 1982, Ricardo Sousa Fonseca é enfermeiro, escritor e terapeuta. Escreveu dois livros num registo intimista, quase autobiográfico, e participou em três coletâneas de poesia e uma de histórias de amor, demonstrando a sua versatilidade no mundo das palavras.​ No seu terceiro livro, Reflexos, compilou as suas reflexões publicadas nas redes sociais, sobre a vida, as relações, as experiências, de modo a cativar o leitor para uma reflexão sobre a sua vida. ​Colabora, através da redação de artigos sobre diversificadas temáticas relacionadas com a área de desenvolvimento pessoal, com a Revista Progredir, Revista Insights, Revista Nova Era, Revista Zen Energy e Revista e Optimismo, da qual foi coordenador editoral, em 2013. Desenvolveu o conceito de Escrita como ferramenta de Autoconhecimento (escrita terapêutica) que promove através da realização de workshops e palestras.



#Segue-nos no Instagram