Artigos

Ser solidária, uma causa, o apelo!

Em entrevista, a nossa autora Maria Amaral.

Maria Amaral é licenciada em História com a variante de Introdução aos Estudos Literários, e sentiu um enorme desejo de prosseguir outra vivência, daí ter encontrado o Caminho da Espiritualidade.
Hoje em dia, é terapeuta de: Reiki, Karuna Reiki, Templar Degree, Sacred Flames, Prismology, Massagem Alfa com Taças Tibetanas.
Ao Lua Nova – portal, chamou-nos particular atenção, todo o amor que Maria Amaral dedica às suas causas, o seu empenho e a sua partilha. Amavelmente, Maria Amaral respondeu-nos a duas questões.

LN. Qual é a sua causa?

MA. Ser Solidária.
Contribuir para que haja menos sofrimento.

LN. Em que contexto e quando começou esta dedicação?

MA. Desde que me lembro, estive sempre envolvida desde os primeiros anos de vida em ajudar o próximo, os animais em dificuldades. Sempre fiquei muito feliz dar o meu pequeno e humilde contributo pois, faço-o de forma livre, de boa vontade e discreta. Quando queremos ajudar não necessitamos de ser vistos, falar no assunto, ser agradecida. Sempre o fiz e parto para outra. Quando considero que é preciso pedir ajuda a terceiros, eu procuro essa intervenção. Como professora e Diretora de turma, estive sempre atenta às necessidades dos alunos que não tinham material escolar, remediava sempre, as refeições …..e nestas circunstâncias pedia a intervenção direta dos Conselhos Diretivos, na altura que atendiam o pedido e graças a eles estas situações tinham sempre um bom encaminhamento e um final Feliz. Aqui, não vou nomear nomes de pessoas ou escolas. Mas, se algum desses intervenientes ler o que estou a escrever, sabe perfeitamente QUE SÃO ELES QUE AJUDARAM.

UM GRANDE BEM­-HAJA.

Em relação aos animais, o meu primeiro animal foi uma gata tigrada. Eu, tinha à volta de sete anos, estava à minha porta peguei ao colo e entrou comigo em casa. O meu pai, batizou­-a de nome Cezima. Passados anos, já em estado adulta, apareceu à hora do almoço uma cadela podenga Ibérica, muito magra, esfomeada, trazia uma corrente de ferro enfurregada no pescoço e de algum comprimento, arrastanto pelo chão. O meu almoço foi todo para ela.
Fui para a escola, quando ao fim do dia regressei a casa, para meu grande espanto, a cadela surgiu de um canto do jardim e correu para mim, mostrando os seus belos dentes brancos. Foi uma grande paixão até ao dia que partiu passados oito anos.

Há uma Associação de Proteção dos Animais­ SEMENTES D’ ́AMIZADE, sem fins lucrativos que eu tenho uma Grande Admiração, onde a sua Presidente luta todos os dias com o impossível para ter tudo limpo, organizado, e uma preocupação diária mantê­-los dentro possível com saúde e alimentados. Mesmo com um carro ultra velho, percorre quilómetros quando necessário para levar às consultas de urgência ou de rotina os seus animais a seu cargo.

Fica o apelo:
Para quem gosta de animais e queira ser Voluntário naquela Associação, Padrinho, Madrinha ou contribuir com um donativo.
Fica aqui o contato: 936 176 289 – D. Maria Fernandes

 

 

Como ajudar ASSOCIAÇÃO SEMENTES D´AMIZADE, Associação de proteção dos animais sem fins lucrativos.

Precisam de ajuda para pagar esta conta na Clinica Veterinária Sóbichos

Por favor se não pode contribuir, ajude na divulgação.

Conta Montepio Geral
NIB: 00360 12299 1000 68230 22

Enviar comprovativo para e-mail: associacaosementesdamizade@hotmail.com

com a indicação para ajuda do pagamento de consultas e medicamentos do Bucha e da Vivi.

Partilhe muito.

Obrigada

 

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também