Artigos

A mãe terra convulsiona-se

A mãe terra convulsiona-se. Nada do que é é estático.

A impermanência é a única certeza que existe. É o próprio movimento da vida. Pré-ocupamos-nos com tantas futilidades, com tantas coisas pequenininas…a vida é um dom a ser honrada a todos os instantes. Não deixes nada por fazer. Não deixes nada por dizer. Não deixes de ser o que vieste cá ser. Segue o teu coração, a tua alma…porque hoje é mas amanhã, amanhã não sabes. Cada dia é uma dádiva a ser celebrada.

Por todos os que partiram. Por todos os que estão em agonia presos nos escombros. Por todos os que estão a sofrer a perda dos que amam…vamos fazer uma corrente de energia, Reiki, Pensamento, Sentimento…

E vamos, talvez, refletir sobre as nossas vidas, sobre os nossos caminhos, sobre as nossas prioridades…
Na impermanência de tudo o que é, vamos ser, viver, crescer e caminhar com amor, com gratidão, com honra. Pela Vida, pelo planeta, por nós mesmos e pelos outros.

Cristina Fernandes

A propósito da notícia: “Centro de Itália abalado por sismo de magnitude 6.2 – a situação ao minuto” Um tremor de terra de magnitude 6.2 na escala de Richter espalhou na última madrugada a destruição por diferentes localidades do centro de Itália. in RTP1

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos

Veja também